<body>
Dreams endless!
"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser." (Mário Quintana)
Ask Me


Submit


NOME DO LINK


Dreams endless!



“Sou impulsiva, dramática, exagerada, mas vivo com intensidade. Tenho paixão pelas coisas. E pelas pessoas. Sou movida pelo que sinto, pelo que vem de dentro, pelo meu coração. A razão? Que se exploda! Posso me dar mal, mas prefiro agir com o que vem lá do fundinho..

©hapters
1 2 3
Inspiration: x o x o x o
Colors: x
Banner: cokeappeal
Extra codings help: nic96ole
Cute emotions: dumbxchocolate
Adaptação:MeinParfum




Permalink | 13:04 | 04.08.2014 | 2920 | reblogged from colidi

"Eu prometo te ouvir atentamente sempre que você precisar desabafar, ou quando quiser apenas conversar e contar como foi o seu dia. Prometo colocar sua cabeça no meu colo e te fazer cafuné quando você estiver triste ou quando estiver apenas querendo um pouco mais de carinho. Prometo escolher você todos os dias mesmo tendo outras opções. Prometo me empenhar ao máximo pra tornar os seus dias melhores e te fazer feliz. Prometo te olhar apaixonadamente todas as manhãs quando a gente acordar. Prometo te lembrar à todo momento a importância que você tem em minha vida. Prometo não te tratar mal mesmo estando com raiva e tentar te fazer sorrir sempre que você estiver desanimado. Prometo não deixar o meu ciúme atrapalhar o nosso relacionamento e quando a gente brigar, prometo não te deixar dormir antes que a gente se entenda. Prometo ser fiel à você e consequentemente ser fiel à mim e ao que eu sinto. Prometo te honrar, te respeitar, te cuidar e te amar por todos os dias de nossas vidas."

~ Ogrodoce (via colidi)

(Fonte: gerberiar)



Permalink | 13:03 | 04.08.2014 | 36615 | reblogged from colidi

"Ela tem uma risada incrível. E sem querer ser um babaca, mas ela tem tudo pra ser perfeita. Mas não é, claro. Ela tem mil idiotices e chatices na bagagem. E ela tem medo de tudo. Tem um ar de menina independente, que não precisa de ninguém. Mas quando tá no escuro, ainda pede pra alguém abrir um pouquinho a porta e deixar a luz entrar. Ela tem vergonha até de ligar pra pizzaria pra pedir uma pizza, cara. Quem no mundo é assim? Mas ela é tão indiferente, que a minha diferença não afeta ela em nada. Eu acho que ela pode ser o mundo inteiro se ela quiser. E ela é teimosa. E guarda rancor na mala. Ela sabe perdoar, mas precisa de umas aulinhas de como esquecer. Quando ela desiste ou acha que sabe de tudo, não tem jeito. Meu Deus, que mania insuportável que ela tem de achar que pode burlar tudo o que mandam ela fazer. Porque ela nunca tá satisfeita com nada. Nadinha."

~ Robin and Stubb.  (via socializada)

(Fonte: escreve-e-voa)



Permalink | 12:55 | 04.08.2014 | 36615 | reblogged from colidi

"Ela tem uma risada incrível. E sem querer ser um babaca, mas ela tem tudo pra ser perfeita. Mas não é, claro. Ela tem mil idiotices e chatices na bagagem. E ela tem medo de tudo. Tem um ar de menina independente, que não precisa de ninguém. Mas quando tá no escuro, ainda pede pra alguém abrir um pouquinho a porta e deixar a luz entrar. Ela tem vergonha até de ligar pra pizzaria pra pedir uma pizza, cara. Quem no mundo é assim? Mas ela é tão indiferente, que a minha diferença não afeta ela em nada. Eu acho que ela pode ser o mundo inteiro se ela quiser. E ela é teimosa. E guarda rancor na mala. Ela sabe perdoar, mas precisa de umas aulinhas de como esquecer. Quando ela desiste ou acha que sabe de tudo, não tem jeito. Meu Deus, que mania insuportável que ela tem de achar que pode burlar tudo o que mandam ela fazer. Porque ela nunca tá satisfeita com nada. Nadinha."

~ Robin and Stubb.  (via socializada)

(Fonte: escreve-e-voa)



Permalink | 14:32 | 19.07.2014 | 18157 | reblogged from peace4nd-love

(Fonte: worenou)




Permalink | 14:32 | 19.07.2014 | 18585 | reblogged from peace4nd-love


(Fonte: folha-de-maconha)



Permalink | 14:14 | 13.03.2014 | 2630 | reblogged from nobroke

"Eu já quis amar. Confesso. Mas, amor não é para corações fracos. Eu não entendo juro que não entendo essa coisa de alma gêmea. Acho desesperador tudo isso, um pouco frustrante esperar por alguém que te ame, ou pelo menos alguém que te queira da mesma forma que você a quer. Outra coisa rara. Amor pra mim só vale se for inteiro, se os dois estão dispostos a viver com os dois corações batendo na mesma frequência. Amor é o que te deixa menos egoísta, assim, dando espaço ao outro ser feliz, independente do quão ferida você poderá sair com isso. Amor é querer que fique para sempre, mas também é deixar ir. É dividir histórias, tristezas e risadas. Às vezes, as mesmas loucuras e até, alguém para dividir o maço de cigarros, um lado do fone de ouvido. Essas coisas que não costumamos dividir com ninguém. Estar junto, ainda que seja preciso se afastar um pouco só para deixar a saudade se manifestar. É saber voltar. É saber admitir um erro e pedir desculpa. Amor pra mim não há orgulho que fale mais alto. Mas, ainda assim, existem aqueles que não sabem diferenciar uma paixãozinha momentânea com o amor de verdade. Aí chega a pior parte, pessoas se machucam, se destroem e de tal modo não desistem de terem corações partidos. Não consigo entender porque se sujeitam a isso. Então, o amor também é destruidor, é masoquista e fatal? Também. Mas, não sejam idiotas, não é o amor que machuca. Somos nós que não sabemos amar. Sendo assim, espere. Mesmo que ninguém lhe apareça. Fique sozinha. Ouça suas músicas sozinha, vá à faculdade sozinha, fume sozinha, fale sozinha – é ótimo. Viva sozinha. É bom constar de vez em quando que você pode achar graça da vida, dos problemas e das pessoas que se acham superiores a você. Mas, espere. É aos poucos que a vida vai dando certo. E, qualquer sentimento é melhor do que o de amar sozinha. Sorte aos nossos corações fracos. "

~ Máh Soares. (via nobroke)


Permalink | 10:49 | 13.03.2014 | 3371 | reblogged from dom1911

"Me abrace forte, sinta meu perfume. Diga que estou bonita hoje, limpe com o dedo meu batom borrado, diga que sou bonita mesmo bagunçada. Coloque uma mecha do meu cabelo atrás dos meus ouvidos, me dê um beijo na bochecha, sussurre que nunca sentiu um cheiro tão doce quanto o meu. Me faça sua, me queira como sua. Me transforme em alguém que você quer pro resto da vida. Me deixe te fazer meu, do mesmo jeito que quero me fazer sua."

~ Voei-te.    (via cartas-rasgadas)

(Fonte: sorrisol)



Permalink | 10:40 | 13.03.2014 | 2917 | reblogged from desacordad4

"Mas posso ser sincera? Quando tem amor, não importa se é baixo, gordo ou falta uma perna. Você pode falar que gosta de morenos a vida inteira e no fim acabar se apaixonando por um polaco. A verdade é que essas coisas a gente não controla quando é verdadeiro. Cresce assim.. Do nada e tudo que você sabia e acreditava sobre o que achava ser o amor cai por terra."

~ Você não escolhe quem amar, o amor te escolhe.  (via memoriatos)

(Fonte: toca-o-fodase)



Permalink | 18:23 | 04.03.2014 | 27589 | reblogged from sou-inseguro

"Se te espero, você não vem. Se te procuro, não acho. Se te quero, você não me quer. Vou parar com esse “Se te”, e começar com o “Não te”. E ao reler, faz mais sentido. E machuca menos."

~ Allax Garcia.  (via sou-inseguro)

(Fonte: allaxg)



Permalink | 10:18 | 02.03.2014 | 18406 | reblogged from vocetaolonge

"Eu amo os milhares de sorrisos que você tem, e toda paz que eles transmitem ao meu coração. Eu amo tuas risadas, tuas piadas sem graça e tuas tentativas de me tirar do sério. Eu amo a tua cara enciumado, o bico que você faz quando fica emburrado ou pedindo beijo. Eu amo quando você pára e fica me olhando em silêncio, e quando você me deita sobre teu peito e me faz carinho. Quando você entrelaça tuas mãos nas minhas e segura forte como quem não quer soltar. E sei que não vai… Eu amo quando te vejo chegando no portão para me buscar. E o teu abraço apertado, que encaixa os nossos corações como duas peças de um quebra-cabeça. Eu amo acordar com o teu “bom dia” e “eu te amo”. Eu amo chegar no final do dia e receber um telefonema seu, e passar horas contando como foi o dia um do outro, dividindo histórias e segredos. Eu amo quando você concorda quando eu digo que somos melhores juntos. E amo ouvir de você planos e sonhos de uma vida à dois. Eu amo ser tua. E amo te sentir meu. Te saber meu. Cada parte de você. Tudo em você… Eu amo. Eu te amo. Para sempre."

~ Eu te amo, Caio Fernando Abreu.  (via vocetaolonge)

(Fonte: LINGUAGEM)



Permalink | 20:18 | 25.02.2014 | 31995 | reblogged from poete-fou

"Você tem medo de se apaixonar. Medo de sofrer o que não está acostumada. Medo de se conhecer e esquecer outra vez. Medo de sacrificar a amizade. Medo de perder a vontade de trabalhar, de aguardar que alguma coisa mude de repente, de alterar o trajeto para apressar encontros. Medo se o telefone toca, se o telefone não toca. Medo da curiosidade, de ouvir o nome dele em qualquer conversa. Medo de inventar desculpa para se ver livre do medo. Medo de se sentir observada em excesso, de descobrir que a nudez ainda é pouca perto de um olhar insistente. Não suportar ser olhada com esmero e devoção. Nem os anjos, nem Deus agüentam uma reza por mais de duas horas. Medo de ser engolida como se fosse líquido, de ser beijada como se fosse líquen, de ser tragada como se fosse leve. Você tem medo de se apaixonar por si mesma logo agora que tinha desistido de sua vida. Medo de enfrentar a infância, o seio que criou para aquecer as mãos quando criança, medo de ser a última a vir para a mesa, a última a voltar da rua, a última a chorar. Você tem medo de se apaixonar e não prever o que pode sumir, o que pode desaparecer. Medo de se roubar para dar a ele, de ser roubada e pedir de volta. Medo de que ele seja um canalha, medo de que seja um poeta, medo de que seja amoroso, medo de que seja um pilantra, incerta do que realmente quer, talvez todos em um único homem, todos um pouco por dia. Medo do imprevisível que foi planejado. Medo de que ele morda os lábios e prove o seu sangue. Você tem medo de oferecer o lado mais fraco do corpo. O corpo mais lado da fraqueza. Medo de que ele seja o homem certo na hora errada, a hora certa para o homem errado. Medo de se ultrapassar e se esperar por anos, até que você antes disso e você depois disso possam se coincidir novamente. Medo de largar o tédio, afinal você e o tédio enfim se entendiam. Medo de que ele inspire a violência da posse, a violência do egoísmo, que não queira repartir ele com mais ninguém, nem com seu passado. Medo de que não queira se repartir com mais ninguém, além dele. Medo de que ele seja melhor do que suas respostas, pior do que as suas dúvidas. Medo de que ele não seja vulgar para escorraçar mas deliciosamente rude para chamar, que ele se vire para não dormir, que ele se acorde ao escutar sua voz. Medo de ser sugada como se fosse pólen, soprada como se fosse brasa, recolhida como se fosse paz. Medo de ser destruída, aniquilada, devastada e não reclamar da beleza das ruínas. Medo de ser antecipada e ficar sem ter o que dizer. Medo de não ser interessante o suficiente para prender sua atenção. Medo da independência dele, de sua algazarra, de sua facilidade em fazer amigas. Medo de que ele não precise de você. Medo de ser uma brincadeira dele quando fala sério ou que banque o sério quando faz uma brincadeira. Medo do cheiro dos travesseiros. Medo do cheiro das roupas. Medo do cheiro nos cabelos. Medo de não respirar sem recuar. Medo de que o medo de entrar no medo seja maior do que o medo de sair do medo. Medo de não ser convincente na cama, persuasiva no silêncio, carente no fôlego. Medo de que a alegria seja apreensão, de que o contentamento seja ansiedade. Medo de não soltar as pernas das pernas dele. Medo de soltar as pernas das pernas dele. Medo de convidá-lo a entrar, medo de deixá-lo ir. Medo da vergonha que vem junto da sinceridade. Medo da perfeição que não interessa. Medo de machucar, ferir, agredir para não ser machucada, ferida, agredida. Medo de estragar a felicidade por não merecê-la. Medo de não mastigar a felicidade por respeito. Medo de passar pela felicidade sem reconhecê-la. Medo do cansaço de parecer inteligente quando não há o que opinar. Medo de interromper o que recém iniciou, de começar o que terminou. Medo de faltar as aulas e mentir como foram. Medo do aniversário sem ele por perto, dos bares e das baladas sem ele por perto, do convívio sem alguém para se mostrar. Medo de enlouquecer sozinha. Não há nada mais triste do que enlouquecer sozinha. Você tem medo de já estar apaixonada."

~ Fabrício Carpinejar. (via inverbos)

(Fonte: auroriar)


back to top
Página 1 de 456
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 »